22/01/2014
Usuários do CAPS em Pocinhos terão tratamentos com animais Usuários do CAPS em Pocinhos terão tratamentos com animais

Cães serão utilizados no primeiro momento 

Aconteceu hoje pela manhã (22), na secretaria de saúde do município de Pocinhos, a primeira palestra com os funcionários do centro de assistência psicossocial (CAPS), sobre a importância do uso de animais para terapia dos usuários, conhecida como Zooterapia. A palestra foi ministrada pelo veterinário Arcanjo Bandeira.

A palestra serviu para orientar os funcionários como se deve trabalhar com os animais, desde o contato ao tratamento terapêutico. Em seguida, serão desenvolvidas ações e palestras com os próprios usuários, para que eles tenham o primeiro contato com os animais, que são treinados e capacitados para o contato com humanos.   

De acordo com o veterinário, Arcanjo Bandeira, serão utilizados cães no primeiro momento. “Os cães realizam exercícios buscando estímulos nos sentidos físicos e psicológicos dos pacientes”. Afirma.

A zooterapia é uma ciência que visa estudar a interação do ser humano com o animal, mas sob o ponto de vista terapêutico e educacional. Ou seja, não mais o bicho como comida, não mais como companhia, mas sim estudado e colocado de forma a ajudar as pessoas, sobretudo quando elas se encontram em situações de estresse e depressão.

Métodos zooterapêuticos começaram a ser utilizados no final do século 19, na Bélgica, quando médicos perceberam que pacientes que sofriam de algum tipo de deficiência mental passavam a se socializar melhor devido ao convívio com animais, se tornando menos agressivos. Na Inglaterra, nos anos 30, pesquisadores descobriram um fato curioso: os idosos que iam para os asilos, mas que podiam levar seus animais, tinham uma socialização e independência maior do que aqueles que não os levavam. Em 1942, nos Estados Unidos, terapeutas sentiram o benefício do uso da zooterapia em pacientes com desordens físicas e mentais.

No Brasil, em 1950, a professora Nise da Silveira – célebre psiquiatra e psicoterapeuta - começou a tratar pacientes esquizofrênicos com cães e gatos, batizando esses animais de coterapeutas. O interesse voltou a surgir a partir dos anos 90, quando foram implantados os primeiros centros de atendimento de terapia assistida por animais. Em setembro de 2000, acontece no Rio de Janeiro, a 9ª Conferência Internacional sobre Interações Homem/Animal, despertando diferentes profissionais de saúde e afins, para atuação e pesquisas científicas nas atividades e terapias assistidas por animais. Os cães, sobretudo, têm sido usados como facilitadores para profissionais das áreas de terapia ocupacional, fisioterapia, psicologia, biologia, veterinária, fonoaudiologia, pedagogia e psiquiatria.

DECOM – Paolloh Oliver 






 
 
 

 

 


.

.

.

.

 
 
   A Prefeitura

 Gabinete do Prefeito
 Gabinete da Vice-Prefeita
 Secretaria de Administração
 Secretaria de Agricultura
 Sec. de Assistência Social
 Secretaria de Cultura
 Secretaria de Educação
 Secretaria de Extraordinária
 Secretaria de Finanças
 Secretaria de Indústria e Comércio
 Secretaria de Infraestrutura
 Secretaria de Saúde
 Procuradoria Geral do Município
 Assessoria de Comunicação
 
 A Cidade

 História da Cidade
 Telefones Úteis
 Pontos Turísticos
 Transparência

 Portal da Transparência
 Licitações
 Diário Oficial