01/04/2014
Conselho Municipal de Merenda conclui que não houve provas na distribuição de biscoitos vencidos em Pocinhos Conselho Municipal de Merenda conclui que não houve provas na distribuição de biscoitos vencidos em Pocinhos


Conselho solicitou uma sindicância para apurar a afirmação do vereador Sóstenes Murilo Melo de Oliveira, do PSDB, que insiste sem provas que a merenda foi servida.

O Conselho Municipal de Merenda Escolar do município de Pocinhos esteve reunido na manhã desta terça-feira, 01 de abril, na secretaria de educação da cidade, na oportunidade, os conselheiros discutiram a denúncia feita pela comissão formada por membros do Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente ao ministério público, na última quarta-feira, 26 de março, que possivelmente a escola municipal Santa Terezinha estava servindo biscoitos fora do prazo de validade aos alunos.

Os conselheiros concluíram que havia merenda fora do prazo de validade, porém, não existem provas que o alimento foi servido, julgando a alegação do vereador e conselho tutelar improcedente.

A sessão foi aberta pela presidente, Josilene de Lima, que iniciou informando aos demais conselheiros que resolveu convocar uma reunião extraordinária por motivo de ter tomado conhecimento do caso pelas redes sociais.

“Soube da existência desta denúncia via Face Book, que haviam distribuído merenda com prazo de validade vencido aos alunos da escola Municipal Santa Terezinha, nesta mesma postagem havia uma imagem de um pacote de biscoito com o prazo de validade vencido e que, ainda, segundo informações preliminares, este fato foi tornado público, após o vereador, Sóstenes Murilo Melo de Oliveira, ter adentrado no referido estabelecimento para uma possível fiscalização”, afirmou a presidente.

A secretária de educação municipal, Silvana Leal, afirmou que não houve distribuição de alimentos fora do prazo de validade.

“A Secretaria de Educação nunca comprou e nem distribuiu a nenhuma escola do Município produtos com data de validade vencida”.

Ainda ressaltou que no setor da merenda tem pessoas responsáveis pela compra, recebimento, estoque e distribuição, que jamais permitiriam que tal fato acontecesse.

“Sempre adverti a todos sobre a atenção e cuidado que devem ter com a merenda como medida preventiva, desde que iniciamos nossa gestão”, finalizou a secretária.

A direção da escola informou que aguardava a próxima remessa de merenda para devolução dos itens vencidos, conforme orientação recebida por ofício circular da Secretaria de Educação.

Reafirmou ainda, que só foram fornecidos aos alunos os itens que estavam com o prazo de validade em dia e que, os produtos encontrados com o prazo de validade vencido foram sobras do ano anterior.

Ascom

 






 
 
 

 

 


.

.

.

.

 
 
   A Prefeitura

 Gabinete do Prefeito
 Gabinete da Vice-Prefeita
 Secretaria de Administração
 Secretaria de Agricultura
 Sec. de Assistência Social
 Secretaria de Cultura
 Secretaria de Educação
 Secretaria de Extraordinária
 Secretaria de Finanças
 Secretaria de Indústria e Comércio
 Secretaria de Infraestrutura
 Secretaria de Saúde
 Procuradoria Geral do Município
 Assessoria de Comunicação
 
 A Cidade

 História da Cidade
 Telefones Úteis
 Pontos Turísticos
 Transparência

 Portal da Transparência
 Licitações
 Diário Oficial